Segunda, 11 de dezembro de 201711/12/2017
75 9 9102-7312
FTC CAPA DO SITE
| BRASIL |
"Apologia a pedofilia é se calar diante de padres e políticos pedófilos”, dispara Jean Wyllys em entrevista exclusiva à TVE Bahia
O deputado do Psol afirma que a pedofilia virou um novo "pânico moral utilizado para criar cortinas de fumaça"
Redação Correio da Cidade Santo Estevão - BA
Postada em 11/10/2017 ás 13h04

A TVE, canal 10.1, exibe no próximo domingo (15), às 21h, uma entrevista especial com o jornalista baiano, professor e deputado federal eleito pelo Rio de Janeiro Jean Wyllys (Psol-RJ). Na entrevista, concedida a jornalista Cynara Menezes, o parlamentar falou de temas como política, corrupção, religião, pedofilia, "cura gay" e eleições 2018. “Uma eleição sem o Lula será uma fraude”, afirmou.


O deputado do Psol afirma que a pedofilia virou um novo "pânico moral utilizado para criar cortinas de fumaça". Segundo o parlamentar, uma CPI feita anteriormente apontou que juízes, políticos e, sobretudo, a própria família estavam envolvidos na rede. “A pedofilia acontece na sombra. Se eles tivessem preocupados com pedofilia de verdade estariam na CPI da exploração sexual de crianças e adolescentes que nós fizemos e seriam a favor da prisão do prefeito de Coari, que comandava um esquema de exploração sexual de meninas no norte do país”, afirma o deputado ao comentar que “essas pessoas que estão fechando exposições de museus e atacando artistas estão colaborando para que a exploração sexual continue, quando ela vai lá tratar uma obra de arte como apologia a pedofilia. Apologia a pedofilia é se calar diante de padres e políticos pedófilos”, dispara.


Sobre a disputa presidencial de 2018, Jean Wyllys disse que o seu partido terá candidatura própria à presidência, mas afirma que uma eleição sem um candidato que tem 35% das intenções de voto é uma fraude. “Essa eleição tem que ter o Lula. Não sou petista, meu partido terá candidato próprio e eu votarei no candidato do meu partido mas, por eu ser um democrata, no sentido profundo do termo, eu acho que uma eleição sem o Lula será uma fraude”. Para o deputado, um dos objetivos do processo desencadeado pelo que chamou de "direita", que resultou na derrubada Governo de Dilma Rousseff, é "prender o Lula e eliminá-lo como liderança popular que pode fazer uma gestão em favor dos pobres”. A entrevista completa poderá ser acompanhada também pelo facebook oficial da emissora (/tvebahia), pelo Youtube (/tvebahia) ou pelo Portal (www.tve.ba.gov.br/tveonline).

FONTE: IRDEB
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium
 CABRAL - POUP UP