Terça, 12 de dezembro de 201712/12/2017
75 9 9102-7312
FTC TOPO - DENTRO DA NOTÍCIA
| VARIEDADES |
Psicólogo considera absurda decisão sobre tratamento de pessoas homoafetivas
Segundo o professor de psicologia Alfredo Morais, a decisão vai de encontro ao que diz a Organização Mundial de Saúde (OMS) e também a própria ciência.
Redação Correio da Cidade Santo Estevão - BA
Postada em 19/09/2017 ás 17h03 - atualizada em 19/09/2017 ás 17h06
Psicólogo considera absurda decisão sobre tratamento de pessoas homoafetivas

A decisão de um juiz de Brasília, que deixou psicólogos livres para oferecer tratamentos contra a homossexualidade, vem gerando muita polêmica e discussões, especialmente nas redes sociais. Segundo o professor de psicologia Alfredo Morais, "essa decisão é absurda, já que vai de encontro ao que diz a Organização Mundial de Saúde (OMS) e também a própria ciência".


“É um retrocesso no que tange o pensamento sobre a homoafetividade no nosso país. É um retrocesso em todos os pontos. Isso chega a ser uma agressão à comunidade LGBT, pois a homossexualidade deixou de ser doença pela OMS desde 1990. Estamos incorrendo em um risco enorme de uma ‘caça às bruxas’ em uma comunidade que já conquistou seus direitos”, afirmou.


O professor diz ainda acreditar que o juiz não conhece o que é tratar alguém em nível de psicologia. Segundo ele, alguns psicólogos defendem esse tipo de tratamento, principalmente os que versam alguma religiosidade adversa da liberação da orientação sexual. Apesar disso, ele alerta que o Conselho Federal de Psicologia não concorda com essa liminar.


“Acredito que o juiz não tem conhecimento sobre os tratamentos psicológicos e legislar contra a Organização Mundial de Saúde é algo muito perigoso”, destacou o professor de psicologia Alfredo Morais.


 

FONTE: Acorda Cidade
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium
 CABRAL - POUP UP