Terça, 12 de dezembro de 201712/12/2017
75 9 9102-7312
FTC CAPA DO SITE
| CIDADES |
Postos de combustíveis são interditados durante fiscalização da ANP em Feira de Santana
De acordo com o agente de fiscalização, o órgão está verificando o serviço prestado pelo posto revendedor nos quesitos qualidade e quantidade.
Redação Correio da Cidade Santo Estevão - BA
Postada em 24/08/2017 ás 12h54
Postos de combustíveis são interditados durante fiscalização da ANP em Feira de Santana

A Agência Nacional do Petróleo, Gás natural e Biocombustíveis (ANP) está fiscalizando os postos de combustíveis em Feira de Santana. Desde que a operação começou, 15 estabelecimentos foram vistoriados e dois deles tiveram os equipamentos interditados por estarem lesando o consumidor.


O órgão, porém, não revelou até o momento quais postos apresentaram as irregularidades. A reportagem do Acorda Cidade acompanhou uma destas fiscalizações, mas não foram encontradas irregularidades no posto fotografado, localizado no bairro Sim.


Segundo o agente de fiscalização do órgão, Siderval Miranda, os postos encontrados com irregularidades estavam com os bicos das bombas de combustíveis com mal funcionamento. “Eles foram interditados e apenas após a manutenção e verificação da ANP eles serão novamente liberados. Os postos interditados devem pagar multa e, como se refere ao quesito quantidade, a penalidade mínima nesses casos é de R$ 20 mil”, informou Siderval Miranda.


De acordo com o agente de fiscalização, o órgão está verificando o serviço prestado pelo posto revendedor nos quesitos qualidade e quantidade. 


“Nós verificamos se a qualidade dos combustíveis atende às determinações da ANP e se o consumidor está sendo lesado com a quantidade. Em relação à quantidade é utilizada uma medida padrão, um balde aferidor de 20 litros. São colocados os 20 litros a partir daquilo que é programado na bomba e nós comparamos a quantidade com aquilo que é indicado no visor do equipamento. Se ele estiver indicando até menos 100 ml, até dentro dessa faixa de tolerância, a bomba está funcionando corretamente. Se estiver sonegando uma quantidade maior, então o posto é autuado e a bomba é interditada para regularização”, explicou Siderval Miranda.


Com relação à qualidade do produto, ele esclarece que são feitas verificações quanto ao teor do etanol na gasolina e testes em laboratório. “É coletado o combustível, que é levado para o laboratório conveniado com a ANP e fazemos uma análise mais detalhada”, disse.


Ele informou ainda que o consumidor que se sentir lesado pode fazer uma denúncia através do site da ANP ou o0800-970-0267.

FONTE: Acorda Cidade
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium
 CABRAL - POUP UP